Seguidores

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Aspartame

Criação da Imagem Cristina Almeida
ASPARTAME:

A BOMBA - RELÓGIO ARMADA PARA EXPLODIR DE VEZ COM A SAÚDE!

Se não houver indicação médica, evite adoçantes em geral. Eles têm o poder de envenenar seu corpo e causar problemas sérios.
Tontura, fraqueza, dormência, problema de visão...a esta altura você sabe que, à primeira vista, estes parecem sintomas clássicos de esclerose múltipla, mas não tire conclusões precipitadas. Afinal, estes também são sintomas clássicos de envenenamento por metanol.

E A PIOR PARTE?

Milhões de pessoas estão lentamente se envenenando - tudo em nome da " boa saúde ".
Ocorre pelo consumo constante e a longo prazo de produtos com aspartame. Composto de ácido aspártico, fenilalanina e metanol, o adoçante é afetado pelo aquecimento. Bastam 30°C para transformar metanol em formol e ácido fórmico, que são neurotoxinas fatais. A exposição crônica ao formol, mesmo em níveis baixos, comprovadamente causa danos neurológicos.
Apenas 1L de refrigerante diet contém 56mg de metanol - 7 vezes a quantidade diária de consumo considerada segura. Mas isso é só uma parte do problema. Aspartame também contém um aminoácido excitatório chamado ácido aspártico. Suas excitotoxinas podem causar a morte de células que compõem a bainha de mielina das fibras nervosas.
O fato das excitotoxinas estarem em forma líquida piora tudo, pois são absorvidas com muito mais rapidez. Assim, fique esperto!
Se você tem os sintomas, procure logo seu médico. Se o problema for o aspartame, prepare-se para um tratamento que pode ser  intensivo e, em casos mais extremos, incluir anticonvulsionantes e sessões de hemodiálise porque o metanol afeta os rins.
Mesmo sem sintomas, fuja de qualquer produto com aspartame. O importante é parar de tomar refrigerante diet. Adoçantes em geral não são aliados da boa saúde. Nem em dietas de emagrecimento. O consumo só é indicado em casos especiais e deve ser acompanhado por um médico.

QUER SABER MAIS?
Mande um email para: drrondo@drrondo.com

FONTE DE MATÉRIA:
" REVISTA IDÉIAS POLISHOP! "
Wilson Rondó Jr, médico especialista em Nutrologia e Terapias Antioxidantes pelo The Robert W Bradford Institute, nos Estados Unidos.

2 comentários:

Márcia Abud disse...

Muitas vezes usamos adoçantes artificiais achando que estamos diminuindo os riscos à saúde. A maioria deles, contém sal, ou seja, diminuimos o açucar e aumentamos o sal... perigoso também! O ideal é consumir o alimento in natura, mas... o mundo moderno nem sempre nos permite isso.

Cristina Almeida disse...

É... tanta modernidade nem sempre faz bem, por isso hoje cada vez mais pessoas jovens estão com problemas de saúde que só pessoas mais idosas teriam, mas dissem: "Vivemos num mundo moderno onde a praticidade impera." E com tanta praticidade se joga pelo ralo o bem maior das pessoas, sua saúde!