Seguidores

domingo, 30 de maio de 2010

Depilação A Laser É Definitivo?



O que é a depilação a laser?

A depilação a laser é retirada dos pelos através da fração de luz. Ocorre um aquecimento dérmico preciso, com consequente dano no folículo piloso e degeneração do pelo.

Haverá gradativa diminuição da quantidade e espessura dos pelos no decorrer das sessões.



Como o laser funciona?

No caso de laser para depilação, a energia luminosa é atraída pela melanina contida no pelo e transformada em energia térmica, destruindo o folículo. Esse é o mecanismo de atuação dos principais lasers e luz pulsada. Os equipamentos mais usados são: laser Alexandrite (755nm), Laser Rubi (694nm), o Neodímio yag (1064nm) e o Diodo (810nm).



Esse tipo de depilação pode ser considerado definitivo?

Não, até o momento não existe nenhum tipo de sistema de depilação a laser definitivo, o termo que se usa é depilação temporária ou de longa duração.



Como fica a pele após a primeira sessão?

A pele logo após a aplicação do laser pode apresentar um leve inchaço e uma coloração avermelhada que pode durar até 2 dias. Recomendam-se compressas geladas na região e, se necessário, o médico prescreve corticoide tópico.



Qual a porcentagem de eliminação de pelos da pele na primeira sessão?

Em média 20% de redução dos pelos após cada sessão.



A depilação a laser dói?

A dor pode ser leve a moderada, pois a sensibilidade é individual e muito variável, e há diferença em relação às áreas tratadas do mesmo paciente. Em geral, nas mulheres, a área mais sensível é a virilha e nos homens, a região da barba devido à maior espessura e densidade dos pelos.



Para quais áreas do corpo o laser é mais indicado?

Geralmente nas regiões de atrito, como a virilha, o uso frequente de calças justas inflama o pelo, causando a foliculite, e na maioria das vezes mancha a pele.



Qual o número mínimo de sessões? Por quê?

No mínimo 3 a 6 sessões, pois os pelos estão em fases diferentes de crescimento. Dependendo da fase, o pelo será atingido ou não pelo laser. Com o passar do tempo e das sessões, o tratamento atinge os pelos que estão em uma fase propícia. A coloração da pele, a região do corpo, a quantidade de pelos, distúrbios hormonais – tudo isso influencia no tratamento.



Se o indivíduo possuir poucos pelos, eles podem ser eliminados em uma única sessão?

Não, pois o pelo tem ciclos de crescimento, dificultando assim sua eliminação, mesmo que o paciente apresente poucos pelos.



Quais os cuidados antes e depois da depilação?



Cuidados pré-depilação a laser:

- Não estar bronzeado nas áreas que serão depiladas.

- Evitar métodos depilatórios que removam o folículo piloso, como cera ou pinça.



Cuidados pós-depilação a laser:

- Uso de protetor solar nas áreas expostas que foram depiladas a laser.

- Uso de roupas largas, principalmente se a área depilada for a virilha.



Há contraindicações ou riscos no uso do laser?

Pacientes com pele recentemente bronzeada, pois a melanina da pele está alterada, e durante a gravidez, é solicitado o consentimento do obstetra.



A pele negra corre mais risco em ficar manchada?

Sim. O tratamento a laser nas peles negras deve ser feito com cautela, já que o risco de queimaduras com este aparelho é maior.

Existem aparelhos a laser seguros para pele escura, com pulsos de longa duração. O mais usado é o laser Neodímio Yag (1064nm).




O uso do descolorante pode prejudicar a depilação?

Podemos fazer o laser dos pelos descolorados. Os pelos descolorados devem ser cortados antes da aplicação do laser, pois isso facilita a absorção da energia do laser pelo folículo.



Como é a manutenção?

A manutenção do tratamento deve ser realizada após reaparecimento dos pelos. Isso é muito variável de acordo com a genética de cada um. A manutenção após o tratamento completo é em torno de 2 a 3 meses na região do buço e de 6 a 12 meses nas demais áreas.



Durante o tratamento o indivíduo pode se depilar?

Sim, métodos depilatórios que cortem o pelo, como lâminas e cremes depilatórios. Pode ser feita a raspagem dos pelos na véspera ou até no mesmo dia.



O indivíduo pode tomar sol após a sessão?

Não, o sol pode alterar a melanina da pele, evitando assim possíveis manchas.





Dra. Silvia Karina Kaminsky Jedwab é Médica formada pela UNIFESP com título de especialista em cosmiatria e laser e com curso de pós-graduação pela Universidade de Medicina do ABC. Membro do comitê científico da Sociedade Brasileira de Laser e ministra aulas sobre lasers e dermatologia em congressos médicos nacionais e internacionais.

Nenhum comentário: